O sucesso alcançado pelas pesquisas decorre justamente da possibilidade de acerto dos seus resultados. As primeiras pesquisas eleitorais foram realizadas no ano de 1824. A primeira pesquisa publicada por um jornal foi veiculada no dia 24 de julho de 1824 pelo Harrisburg Pennsylvanian. Essas pesquisas eram realizadas de forma elementar e sem nenhum rigor estatístico. Desde essa época, os jornais passaram a encomendar pesquisas junto aos institutos de sondagens, nas semanas que antecediam as eleições. Esse sistema de sondagens funcionou até o espetacular furo registrado por ocasião das eleições de 1948. Naquele ano, todas as empresas de pesquisas davam como vitorioso na eleição presidencial americana o candidato republicano Thomas Dewey, quando quem venceu foi o candidato democrata Harry Truman.

Esse furo acabou abalando muito a opinião pública e por via de conseqüência a própria credibilidade dos institutos de pesquisas. A partir desse episódio, todas as empresas passaram a rever seus métodos de trabalho, visando restaurar o clima de confiança.

Nos dias de hoje, temos as pesquisas predominando em anos eleitorais. Hoje podemos constatar que os acertos são infinitamente superiores aos erros eventuais dos resultados das urnas.

Na realidade, basta que os resultados das pesquisas sejam aproximados para que a credibilidade nas pesquisas continue existindo.

Desde as eleições de 1992, que a Fontes & Dados vem colecionando acertos expressivos. Uma das eleições mais acirradas que tivemos em Uberlândia ocorreu em 1996 com vitória do candidato Virgilio Galassi que conseguiu apenas 732 votos a mais do que seu adversário Zaire Rezende. Naquela eleição, quatro institutos de grife, apresentaram resultados diferentes com vantagem variando entre 8 a 12 % para um e para o outro candidato. A Fontes & Dados foi o único instituto de pesquisa cujo resultado apontou vitória de Virgilio Galassi por 1%.

A Fontes & Dados continua fazendo história até hoje, já que nas eleições de 2008 a sua média de acerto foi de 88,88%.

“Somos sábios, não resolvemos problemas, os evitamos”

Fale conosco pelo telefone: (34)9119-6950


Nome:
E-mail:
Telefone:
Comentarios: